Venda de caminhões tem a maior queda em 20 anos

0
332

Dados divulgados pela Fenabrave mostram que emplacamentos tiveram redução de 22% no primeiro bimestre deste ano

 

A venda de todos os segmentos do setor automotivo somados apresentou queda de 22,19% em fevereiro, no comparativo com janeiro de 2015. Ao todo, foram emplacadas 290.215 unidades no mês passado contra 372.989 registradas no primeiro mês do ano.

Os dados englobam os emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, como carretinhas para transporte.

Para os caminhões, os resultados de fevereiro apontaram para a maior queda dos últimos 20 anos. Se considerado o bimestre, esse foi o pior da última década.

De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), desde 2008, o segmento não enfrentava uma redução desse tipo para o mês de fevereiro. Dentre os fatores citados pela federação está a baixa atividade econômica, atrelada à alta da inflação. Além disso, com o feriado de Carnaval, o mês teve apenas 17 dias úteis.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves tiveram o pior mês dos últimos oito anos, com queda de 26,68%. Foram vendidas 178.822 em fevereiro, ante 243.895 em janeiro. Para as motocicletas, o mês de fevereiro e o acumulado do ano foram os piores dos últimos nove anos.

Até o momento, as projeções apresentadas pela Fenabrave apontam que os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas devem sofrer retração de 9,28% em 2015.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, devem retrair 10% e o de caminhões e ônibus, devem encerrar este ano com o resultado 10,12% inferior a 2014. Para as motos, a Fenabrave estima uma queda de 7,50%.

Com informações da Fenabrave

 

Thays Puzzi
Agência CNT de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here