Sest Senat garantirá a mudança de categoria da habilitação a 50 mil motoristas

0
24

Poderão participar do projeto pessoas com idade até 45 anos; inscrições serão feitas pelo site do Sest Senat.

O senador Clésio Andrade assinou e autorizou, no último dia dois de abril, um projeto do Sest Senat lançando mais uma medida para suprir a falta de profissionais no mercado de trabalho do setor transportador. O projeto Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas vai fornecer de forma gratuita a mudança de categoria de habilitação para 50 mil motoristas, da categoria B para C e da categoria C para D ou E.

A ação faz parte de uma estratégia nacional do Sest Senat que envolve uma série de iniciativas. Uma delas foi o projeto Primeira Habilitação, lançado no dia 6 de fevereiro deste ano.

Agora, para conseguir alterar a categoria da Carteira Nacional de Habilitação, os interessados precisam ter de 21 a  45 anos de idade. O projeto também prevê o custeio de todos os procedimentos necessários para a obtenção da mudança de categoria.

Os interessados terão de cumprir os seguintes pré-requisitos, além de estarem na faixa etária estabelecida: renda familiar de até três salários mínimos, participar dos cursos de formação de novos motoristas oferecidos pelas mais de cem unidades do Sest Senat e assinar um termo de compromisso que irá trabalhar no setor de transporte. No treinamento, serão utilizados simuladores de direção de última geração.

As inscrições poderão ser feitas pelo formulário eletrônico. Outros detalhes estarão disponíveis na página da instituição na Internet ou pelo telefone 0800 728 2891.

Para a seleção dos beneficiários, o Sest Senat utilizará as suas unidades de atendimento, as federações, os sindicatos e as empresas de transporte rodoviário de cargas e de passageiros.

A estratégia do Sest Senat de estimular a primeira habilitação de motoristas e também a mudança de categoria tem como objetivo resolver uma demanda do mercado de transporte, que precisa de mais motoristas de caminhão e de ônibus.

Acesse o formulário para inscrição

Fonte: cnt.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here