Novos ministros destacam prioridades para diferentes modais de transporte

0
208

Ministérios dos Transportes e das Cidades e Secretarias de Portos e da Aviação Civil estão sob novos comandos.

Entre os dias 2 e 6 de janeiro, tomaram posse os novos ministros dos Transportes e das Cidades e das Secretarias da Aviação Civil e Especial de Portos. Nas solenidades, os titulares das pastas destacaram as prioridades para diferentes modais de transporte e para a mobilidade urbana.

Ministério dos Transportes

O novo titular da pasta, Antonio Carlos Rodrigues, destacou, no discurso de posse, que dará continuidade às obras prioritárias em ferrovias e rodovias e aos projetos de concessões. “Os investimentos, que pretendo manter e ampliar, deram grande melhoria à logística de transporte de cargas do país e ofereceram melhores condições para distribuição da produção nacional”, disse.

Rodrigues também salientou que pretende nomear técnicos para assumir o comando do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e da Valec.

O novo ministro é advogado e empresário. Ele integrou o Conselho Administrativo da Companhia do Metropolitano de São Paulo, foi secretário adjunto de Esportes e Turismo do Estado de São Paulo, diretor-presidente da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) e secretário de Serviços Públicos da Prefeitura de Guarulhos.

Secretaria de Aviação Civil

O novo titular da pasta, Eliseu Padilha, defendeu, ao assumir o cargo, que políticas para a aviação regional sejam mantidas como prioridade. O objetivo, segundo ele, é adotar todas as medidas para antecipar o cronograma de implantação do Plano de Aviação Regional, que prevê investimentos em 270 aeródromos regionais. Desses, 229 estão com projetos em elaboração. A ideia, segundo Padilha, é lançar as primeiras licitações ainda este ano.

Além disso, destacou que o governo planeja novas concessões de terminais aeroportuários, mas ainda não detalhou quais. Segundo o ministro, é uma discussão que irá ocorrer dentro do governo.

Padilha é advogado e empresário. Ele foi secretário dos Negócios do Trabalho, Cidadania e Assistência Social do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, prefeito de Tramandaí (RS), ministro dos Transportes entre 1997 e 2001 e deputado federal entre 1995 e 1999 e entre 2003 e 2011.

Secretaria Especial de Portos

O novo ministro da Secretaria Especial de Portos, Edinho Araújo, estabeleceu como prioridade a solução dos arrendamentos de áreas portuárias junto ao TCU (Tribunal de Contas da União) e das pendências que emperram a nova Lei dos Portos, em vigor desde 2013.

“É importante dizer que a expansão e a modernização da infraestrutura dos portos brasileiros dependem de investimentos diretos da União e de parcerias estratégicas com o setor privado, além de uma sinergia entre os modais de transportes rodoviário, ferroviário, hidroviário, portuário e aeroportuário”, destacou, no discurso de posse.

Ministério das Cidades

O novo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, salientou, entre os objetivos da sua gestão, concretizar investimentos de R$ 143 bilhões para obras de mobilidade urbana no país. Ele também disse que ampliará a parceria com movimentos sociais e entidades representadas pelo ConCidades (Conselho das Cidades) para consolidar políticas de desenvolvimento urbano e ampliar recursos públicos e privados para mobilidade, acessibilidade e segurança no trânsito, entre outros.

Kassab já foi vereador, deputado estadual, secretário municipal de Planejamento e deputado federal por São Paulo. Em 2004, foi eleito vice-prefeito da capital paulista. Assumiu a prefeitura em 2006 e foi reeleito em 2008.

Fonte: Agência CNT de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here