NOTA OFICIAL ASSINADA PELO SETCEPE E FETRACAN SOBRE AS NORMAS DO PÁTIO DE TRIAGEM DE CAMINHÕES EM SUAPE:

0
203

“Em decorrência da entrada em operação de dois dos três pátios de triagem de caminhões, homologados pelo Porto de Suape para disciplinar o acesso de caminhões à área portuária, e de vários questionamentos feitos ao Sindicato e Federação dos Transportes e Cargas e Logística sobre o funcionamento, obrigatoriedade e custos de utilização desses equipamentos, vimos nos posicionar e informar as providências que estamos adotando.

Primeiramente, reconhecemos a necessidade do disciplinamento, objetivando retirar o estacionamento nos acostamentos da PE 09 – Rota do Atlântico e da Avenida Portuária, e eliminar o chamado “poeirão”, área até agora ocupada por falta de um local apropriado para os caminhões que aguardam carga ou descarga na área do porto. A exemplo do porto de Santos, com o crescimento da movimentação na área portuária, o disciplinamento é indispensável para dar mais conforto e segurança aos motoristas, equipamentos e cargas.
Sendo assim, cabe a nós como entidades representantes do transporte, pleitear negociações com os operadores desses pátios, ação que já iniciamos, procurando negociar condições mais econômicas para os associados regulares ou aos que venham se associar.
A partir da identificação das necessidades desses trabalhadores de transporte que atuam no pátio de triagem, também estamos atuando, em conjunto, para impulsionar ações e serviços do SEST SENAT em benefício da categoria.

Independente das gestões que estão em curso pelas entidades, alertamos para que os transportadores renegociem com os seus clientes embarcadores que acrescentem nos fretes atuais essa nova tarifa, compulsória, que se equivale ao pagamento de pedágio, esse já previsto em Lei a obrigatoriedade de ser custeada pelo embarcador, inclusive com destaque no CT – e – conhecimento de transporte de cargas.

Acreditamos também que, com o recente anúncio pelo Governo Federal da denominada BR do Mar, com medidas que irão impulsionar finalmente a cabotagem na costa brasileira, haverá benefício direto às transportadoras e empresas de logística do estado, com o aumento de cargas que chegarão do Sul, Sudeste e Norte, para distribuição a partir de Suape.”

SETCEPE – Sindicato das Empresas de Transporte de Carga no Estado de Pernambuco e FETRACAN – Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here