Fortaleza, Recife e Natal disputam sede de hub internacional no Nordeste

0
2717

Iniciativa deve ampliar a atuação em voos entre a América do Sul e a Europa

Localização geográfica, infraestrutura do aeroporto e potencial de crescimento do terminal. Esses são os principais critérios que serão levados em conta pela Latam – controladora da brasileira TAM e chilena Lan – para a escolha do seu futuro hub (centro de conexões de voos) no Nordeste.

A companhia vai escolher entre os aeroportos de Fortaleza (CE), Natal (RN) e Recife (PE) para instalação de seu hub – aeroporto que se caracteriza pela dimensão e atração de grande número de voos ou, também, onde uma companhia aérea possui sede, hangares ou terminais dedicados.

Com investimento previsto de até R$ 4 bilhões para concentrar conexões em voos internacionais na região que tem o turismo cada vez mais forte, a expectativa da Latam é de sejam criados cerca de 10 mil empregos.

O grupo já iniciou análises de viabilidade para a iniciativa que pretende ampliar a atuação em voos entre a América do Sul e a Europa, considerando a posição geográfica estratégica da região. Serão 14 voos diários para a Europa e 46 para a América do Sul a partir do hub.

Nessa disputa aberta, Fortaleza entrou recentemente no novo pacote de concessões de aeroportos. Natal é o ponto mais próximo da Europa. Já Recife sedia o aeroporto que foi eleito pelos passageiros o melhor do Brasil no prêmio “Aeroportos + Brasil 2015”, promovido pela SAC (Secretaria de Aviação Civil).

A Latam deve definir o início da implementação do hub ainda neste ano. Já as operações devem iniciar em dezembro de 2016. Há outros fatores determinantes, como custos menores e incentivos fiscais, como redução na alíquota do ICMS sobre o querosene de avião.

Com informação da Secretaria de Aviação Civil

Patrícia Pinheiro
Agência CNT de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here